quarta-feira, 31 de março de 2010

PERDA DE AUDIÊNCIA FAZ TV BUSCAR ALTERNATIVA


Da Redação com a Folha de São Paulo



As mídias eletrônicas experimentaram nesta década um avanço considerável e a internet foi o grande motor desta expansão, aparecendo a televisão como a grande “doadora” de público para a rede.

Segundo o Ibope NetRatings as maiores emissoras de TV perderam de 2.001 a 2.009, juntas 4,3 pontos de audiência, o que significa perder 258 mil domicílios na Grande São Paulo, enquanto que a net saltou no mesmo período, de 4,9 para 28,5 milhões de internautas, que passaram a acessar a rede vinte e nove horas por mês, ao invés de sete como era no princípio da pesquisa.

O desenvolvimento de tecnologias, que permitam o uso simultâneo, TV/Net, ainda está muito longe de atingir um patamar elevado de viabilidade e praticidade, por isto a tendência a curto prazo, é que os índices de audiência das emissoras de TV continuem cedendo espaço para a internet.

Este aparente conflito, não tem data para acabar e está muito longe de chegar a um ponto de acomodação.

A net tem “n” vantagens sobre a TV principalmente a interatividade, mas sua grande arma é a funcionalidade. Na net o usuário aplica todos os seus sentidos (o sentido do tato é usado na escrita), menos o olfato, pois não inventaram ainda internet com cheiro.

Como quem não pode com o adversário, a ele alia-se. Ainda que um pouco tarde, as TV’s descobriram o potencial da net, criando portais e com isto, ainda que de forma tímida, abrindo canais de interatividade com os seus internautas/telespectadores, o que já foi um avanço.

Com a adesão das TV’s à internet, não é ousadia dizer que em espaço muito curto a rede tornar-se-á uma das mídias mais eficazes do mercado.

Afinal, trinta milhões de consumidores - só no Brasil - em potencial (os números já devem estar defasados) é uma clientela nada desprezível, o que nos permite afirmar que num futuro não muito distante a net será uma das mídias mais procuradas, um sucesso de comunicação (e por quê não de vendas?) e por isso mesmo, uma das mais caras.

O mercado publicitário parece que ainda não atentou para isso. Blogs e sites são tratados como “marginais” no mundo da propaganda, que não lhes dá a devida atenção, não investindo na área de criação, inovação e de pesquisa, com isto perdendo uma clientela de alto potencial, presente e futuro

Alternativas? Há e muitas, só precisando aplicar-se a imaginação criadora. Nós mesmos temos uma proposta, um tanto inovadora, reservada para apresentar à agência porventura interessada em adotar nossos blogs. Breve daremos notícias.

À Redação.

PARÁ RESPONDE À CHAMADA NUTRICIONAL


Peso e altura: em mais de 25% das crianças, foram detectadas carências alimentares


por Andréa Mota


foto Mácio Ferreira/jornal beira do rio/UFPA

A cada pequeno par de pés que sobe em uma balança, inúmeros indicadores sociais surgem revelando a realidade do País. Renda, saneamento básico, acesso à saúde, alimentação adequada e até nível de escolaridade aparecem quando se avalia o estado nutricional das crianças de uma região. Pensando nisso, a Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, as secretarias de Estado e as universidades distribuídas pelo Brasil criaram o Inquérito Nutricional de crianças brasileiras menores de cinco anos.

ESTADO GANHA MAIS DOIS PARQUES ESTADUAIS

SP ganha dois parques estaduais na região da Cantareira



Ao todo, 30 mil hectares de Unidades de Conservação passaram a se somar aos quase oito mil hectares já existentes no parque

A partir dessa terça-feira, 30, a Serra da Cantareira está mais protegida. O governador do Estado, José Serra, assinou o decreto que cria quatro novas áreas protegidas na região: os parques estaduais de Itaberaba e Itapetinga, a Floresta Estadual de Guarulhos e o Monumento Natural da Pedra Grande. Ao todo, 30 mil hectares de Unidades de Conservação (UCs) passaram a se somar aos quase oito mil hectares já existentes no Parque da Cantareira. A medida é importante para frear a ocupação populacional nessas áreas e garantir a biodiversidade ali presente.

terça-feira, 30 de março de 2010

PARQUES NACIONAIS TERÃO SERVIÇOS PRESTADOS POR PARTICULARES





O lançamento dos editais de concessão de serviços de apoio à visitação foi feito nesta segunda em Teresópolis

agencia Brasil

Os parques nacionais da Serra dos Órgãos, de Itatiaia e de Abrolhos vão ganhar novas instalações e serviços com o apoio da iniciativa privada. O lançamento dos editais de concessão de serviços de apoio à visitação foi feito ontem (29) em Teresópolis, região serrana do Rio, na presença do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

As concessões incluem serviços de arrecadação e controle de visitantes e estacionamento, transporte interno, campings e abrigos de montanha, além de pousadas, lojas, restaurantes e esportes de aventura, entre outros. Em Abrolhos as concessões devem aumentar as operadoras de mergulho e trilhas para observação de aves nas ilhas do arquipélago.

O diretor do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Ernesto Bastos Viveiro de Castro, explicou que o visitante não será obrigado a utilizar os serviços pagos. As novidades, segundo ele, são complementares e contribuem para a melhoria dos parques, gerar renda local e oferecer mais infraestrutura e opções aos turistas.

“Esses serviços são típicos da iniciativa privada, pois não faz sentido um servidor público ficar servindo cafezinho, outro arrumando cama, o Estado não tem esse papel. Por isso estamos abrindo novas alternativas, mas mantendo o papel do Estado de gerenciar o parque, cuidar da conservação dele e atender também o visitante.”

As três sedes do parque vão ganhar novas instalações, segundo Viveiros de Castro. “Na sede de Teresópolis vamos ter uma pousada próximo às trilhas e cachoeiras, um muro de escalada, circuito de arvorismo e tirolesa. As sedes de Petrópolis e Guapimirim vão ganhar lojas e cafeterias.”

As concessões serão contratadas em concorrência pública no prazo de 45 dias e as empresas interessadas devem retirar os editais e anexos no site do Instituto Chico Mendes.

Os editais fazem parte do Programa Turismo nos Parques, uma parceria entre os ministérios do Meio Ambiente e do Turismo para melhorar a estrutura dos parques e estimular sua visitação turística.

Editais de outros 11 parques nacionais devem sair ainda este ano, segundo o Ministério do Meio Ambiente. Entre eles, Fernando de Noronha, Iguaçu e Chapada dos Guimarães. Na semana passada, foi lançado o edital do Hotel das Paineiras, no Parque Nacional da Tijuca, na zona urbana do Rio.

GENE DO MILHO PODE SALVAR CRIANÇAS

Manipulação de gene recém-descoberto no milho pode salvar crianças de cegueira e morte. Tal gene pode induzir a produção de  quantidade de pró-vitamina A ou de zeaxantina.

by Ciência Diária
 Crédito: Purdue University.

Um estudo da Universidade de Purdue, EUA, mostra que aumentar ou diminuir a função de um gene recém-descoberto no... 

segunda-feira, 29 de março de 2010

NÍVEL DE MERCÚRIO EM CABELO PODE ESTAR LIGADO À ALIMENTAÇÃO


Por Ana Carolina Athanásio/agencia usp

O teor de mercúrio (Hg) presente em cabelos de crianças das cidades de Cubatão e Cananéia, no estado de São Paulo, foi analisado e comparado em pesquisa que vem sendo desenvolvida pelo Instituto de Oceanografia (IO) da USP, em parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen). Foi verificado que a média de mercúrio presente em fios de cabelo de crianças de Cananéia é maior se comparada à cidade de Cubatão.

Mercúrio em cabelos de crianças pode estar relacionado ao consumo de peixes



PROJETO DE PRESERVAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA UNE BRASILEIROS E ALEMÃES

Cientistas alemães e brasileiros se unem em projeto de preservação da Mata Atlântica

Autora: Anna Pellacini-Revisão: Alexandre Schossler/DW-world-de

 A Mata Atlântica em Cachoeiras de Macacu, no estado do RJ

Uma corrida contra o tempo: restam apenas fragmentos da Mata Atlântica na costa brasileira. Uma parceria entre a Alemanha e o Brasil na Serra do Órgãos, no Rio de Janeiro, busca contribuir para a preservação da floresta.

Verde, ampla e com uma biodiversidade paradisíaca: esses tempos se foram. Hoje a Mata Atlântica na costa brasileira está mais para campos empoeirados do que para áreas férteis, e gasodutos atravessam a paisagem idílica.

Uma tentativa de conter a devastação da natureza foi iniciada por cientistas alemães e brasileiros. Dinario, como é chamado o projeto, é conduzido na Serra dos Órgãos, perto da cidade de Teresópolis, no Rio de Janeiro. Lá trabalham especialistas alemães em conjunto com parceiros brasileiros.

Juntos eles desenvolvem estratégias sustentáveis de utilização da terra na região, priorizando tanto a conservação da natureza como o desenvolvimento econômico. Desde 2007, o Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha incentiva o projeto, cujo parceiro brasileiro é a Embrapa. O objetivo é mostrar aos fazendeiros e às indústrias como eles podem se engajar na proteção do meio ambiente mantendo seus lucros.







Moradores de Teresópolis, no Rio de Janeiro

Significado global

O projeto é conduzido pelo professor Hartmut Gaese, do Instituto de Tecnologia Tropical da Universidade de Colônia. "É o desafio de lidar com as regiões que, por meio dos mercados mundiais, também nos afetam."

Segundo o professor, essas regiões não estão sob pressão apenas devido ao aumento populacional, mas também porque a demanda por recursos está aumentando. "O uso sustentável dos recursos é a questão central para a nossa sobrevivência futura."

A cientista Ana Turetta, da Embrapa, é a parceira do professor Gaese no projeto Dinario. Ela destaca o caráter piloto do projeto conjunto entre os dois países.

"Como o uso da terra e as mudanças no uso da terra são uma das maiores fontes de gases do efeito estufa e uma das principais causas do aquecimento global, esperamos ser um bom exemplo, por meio do desenvolvimento de sistemas sustentáveis, para o avanço no combate às mudanças climáticas", declarou a cientista.

Ambos destacam que esperam seguir novos rumos na pesquisa sobre os ecossistemas e a sua influência no clima. O importante, ressaltam, é que esses novos caminhos sejam seguidos de forma metódica, porque os resultados poderão ser aplicados a outros ecossistemas.

Remanescentes da floresta tropical





 Projeto Dinario é conduzido perto da cidade de Teresópolis




O paraíso da fauna e da flora está visivelmente se esgotando. A Mata Atlântica acompanhava 5 mil quilômetros da costa brasileira e ia do sul do Rio Grande do Sul até o norte do Ceará. Originalmente, a biodiversidade da mata era ainda maior do que a da Floresta Amazônica.

Porém, como consequência da colonização intensa e do uso das terras, o paraíso natural, que antes ocupava uma área de mais de 1 milhão de quilômetros quadrados, está hoje restrito a apenas 50 mil quilômetros quadrados.

As causas da devastação são o pastoreio excessivo, a agricultura, a contaminação das águas e as queimadas. "Só restaram fragmentos da mata original, o que cria o temor de que em breve nada mais haverá. Isso levanta a questão de quão grandes devem ser esses fragmentos remanescentes para que eles possam existir como unidade ecológica", diz Gaese.

Os esforços valem a pena, destaca o pesquisador. Segundo ele, poucas vegetações se regeneram mais rápido do que a floresta da costa brasileira. O que os cientistas dos dois países esperam agora é que o projeto, cujo final está previsto para este ano, seja mantido.

sábado, 27 de março de 2010

MATANÇA INDISCRIMINADA DE GOLFINHOS NO AMAPA

Instituto Sea Shepherd Brasil luta contra matança de golfinhos no Amapá




imagens do sea shepherd

O Brasil está próximo de tornar-se a Taiji (cidade japonesa) do ocidente. A matança de golfinhos, retratada no filme The Cove (A Enseada), documentário vencedor do Oscar 2010, acontece de forma indiscriminada no Amapá.

sexta-feira, 26 de março de 2010

LICENÇA AMBIENTAL

Fatma e Ibama disputam OSX


(veja no fim o que diz o RIMA)

 

Ministério Público estuda uma medida judicial para garantir que o órgão federal assuma o processo do estaleiro de Biguaçu



O processo de licenciamento ambiental do estaleiro da OSX em Biguaçu, na Grande Florianópolis, virou motivo de disputa nos bastidores dos órgãos de fiscalização do meio ambiente. Apesar de o Ministério Público Federal em SC (MPF/SC) ter recomendado que o Ibama assuma, todo o processo segue com a Fundação do Meio Ambiente (Fatma).

AS NECESSIDADES DA JUVENTUDE URBANA

Adolescentes analisam necessidades da juventude urbana no Rio de Janeiro






O adolescente Renato Gardel, que participa da Plataforma do Centros Urbanos, falou na Assembleia Mundial da Juventude Urbana para jovens e adultos do mundo todo.

unicef.org

Esta semana está sendo realizado na cidade do Rio de Janeiro o 5° Fórum Urbano Mundial – O Direito à Cidade: Construindo o Urbano Dividido. O Fórum foi estabelecido pelas Nações Unidas para analisar questões relacionadas à rápida urbanização e seu impacto nas comunidades, cidades, economias, mudanças climáticas e políticas.
O evento começou no último dia 19, com a Assembleia Mundial da Juventude Urbana. O adolescente Renato Gardel, de 18 anos, que participa da Plataforma do Centros Urbanos no Rio de Janeiro, falou no fórum para jovens e adultos de várias partes do mundo.

quinta-feira, 25 de março de 2010

GORILAS AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO NA ÁFRICA

Novo relatório, lançado em encontro da Cites, em Catar, diz que o quadro é particularmente crítico no leste da República Democrática do Congo, devido a uma escalada dos confrontos armados; milícias rebeldes na região são responsáveis pela maior parte das atividades comerciais ilegais.

HORA DO PLANETA

No sábado, 27 de março, entre 20h30 e 21h30 (hora de Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta.




Das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais nossa preocupação com o aquecimento global.A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália.
 Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes.
Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro.
 Cerca de 177 países aderiram a este sensacional e fatástico. Participe!

quarta-feira, 24 de março de 2010

ÁGUA FONTE DA VIDA


Crianças são as principais vítimas de falta de água potável

Dia Mundial da Água é comemorado pela ONU, o tema das comemorações este ano é "água limpa para um mundo saudável".

MÉTODO AMPLIA FORMAS DE ANÁLISE DA ÁGUA PARA CONSUMO

Informe Ensp/fiocruz

Um relatório emitido pelo Programa do Meio Ambiente das Nações Unidas (Unep) nesta segunda-feira (22/3), Dia Mundial da Água, revelou que "mais pessoas morrem hoje por causa da água poluída e contaminada do que por todas as formas de violência, inclusive as guerras". Portanto, agregar metodologias que avaliem a qualidade da água para consumo humano se faz necessário em todo o mundo. O trabalho desenvolvido pelos pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) Antonio Duarte e Valmir Laurentino amplia as possibilidades de análise com a pesquisa de parasitos na água.


Os pesquisadores Valmir Laurentino e Antonio Duarte (Foto: Virgínia Damas/Ensp)

terça-feira, 23 de março de 2010

GESTÃO SUSTENTÁVEL DA ÁGUA - DESAFIO GLOBAL

DW-World-DE
Autor: Helle Jeppesen/Revisão: Carlos Albuquerque

Seca assola amplas regiões do planeta: aqui, a Índia

As reservas de água potável acumuladas por nosso planeta ao longo de milhões de anos são consumidas com velocidade crescente. Ou poluídas, tornando-se inutilizáveis. Interromper esse círculo vicioso é tarefa para já.


À primeira vista, nossas reservas de água são inesgotáveis: mares, lagos, rios e outras fontes cobrem grande parte da superfície do planeta. Porém somente 2,5% desses recursos são compostos por água potável. E essas reservas escasseiam com rapidez crescente, quer através do consumo desenfreado, quer devido à poluição.

segunda-feira, 22 de março de 2010

COOPERAÇÃO ENTRE BRASIL E ALEMANHA INVESTIGA PROBLEMA DA ÁGUA EM BRASILIA



 Abastecimento está próximo do limite em Brasília

Pesquisadores alemães e brasileiros buscam soluções sustentáveis para uso do recurso natural em Brasília.

Projeto transnacional também envolve outras regiões.

dw-world-de/Anna Pellacini/Revisão: Augusto Valente

Como se abastece com água uma região tão vasta como a de Brasília? O que fazer com o esgoto? Como é visto o conceito de uso sustentável? Qual é o papel dos reservatórios de água, rios, córregos e lençóis aquíferos?

sábado, 20 de março de 2010

MAIS DE CEM MIL PORTUGUESES LIMPAM O PAÍS

Limpar Portugal – Amanhã mais de 100 mil portugueses limpam o país

Naturlink

Depois de 8 meses de preparação, amanhã, dia 20 de Março de 2010, chega o grande dia da mobilização. A acção expandiu-se para além dos espaços florestais que inicialmente se previa e mais de 100 mil voluntários vão Limpar Portugal.

Com uma acção voluntária fenomenal envolvendo 50 mil cidadãos da Estónia no passado dia 3 de Maio de 2008 acabou-se com 10 mil lixeiras espalhadas pelo país báltico. O sucesso da iniciativa inspirou meio mundo e em Portugal, três adeptos do todo-o-terreno passaram-na à prática.


O Dia L é já amanhã e espera-se que mais de 100 mil portugueses irão participar na erradicação de entulhos, electrodomésticos, plásticos, pneus entro muitos outros depósitos ilegais e comprometedores das paisagens ambiente do país.

Com a forte adesão organizacional, desde grandes empresas, à presidência da República, passando pelo ministério do Ambiente, institutos, juntas de freguesia, escolas, associações, etc. foi possível angariar os mais diferentes recursos para as diferentes necessidades, diferentes dimensões e diferentes geografias.

Embora toda a organização e divisão de grupos estejam centrados na Internet, não é necessário estar inscrito para participar Amanhã.

Mais Informações em:
www.limparportugal.org
limparportugal.ning.com

sexta-feira, 19 de março de 2010

AMAZÔNIA É MAIS RESISTENTE À SECA DO QUE SE PENSAVA

Amazônia resiste mais à seca do que se pensava, aponta estudo
Análise de imagens de satélites da Nasa revela que a floresta não retraiu drasticamente nos períodos sem chuva
"Não encontramos grandes diferenças nos níveis de verde dessas florestas entre anos de seca e anos normais, o que indica que essas florestas são muito mais tolerantes às secas do que se acreditava anteriormente", disse Arindam Samanta, o pesquisador da universidade de Boston que coordenou o estudo.



Arquivo/AE
Relatório do IPCC de 2007 afirmava que Amazônia diminuiria em até 40% pela seca
BBC Brasil - BBC


Um estudo encomendado pela agência espacial americana, Nasa, à universidade de Boston, nos Estados Unidos, concluiu que a Floresta Amazônica é bem mais resistente à seca do que indicavam estudos anteriores. Para a pesquisa, publicada na última edição da revista especializada Geophysical Research Letters, cientistas analisaram dados obtidos por satélites da Nasa que mostram quão verde esteve a cobertura vegetal da Amazônia na última década.





O último relatório do Painel Intergovernamental para Mudança Climática (IPCC, na sigla em inglês) de 2007 concluiu, a partir dos estudos disponíveis até 2006, que até 40% da Amazônia poderia ser perdido para secas.



O painel cita um estudo de Rowell e Moore, de 2000, que havia sido encomendado pela organização ambientalista WWF. Recentemente, o IPCC foi alvo de duras críticas por ter se apoiado nesta pesquisa, que não citava as fontes originais da previsão de redução da floresta.



"Até 40% das florestas amazônicas poderiam reagir drasticamente a até uma ligeira redução na precipitação; isso significa que a vegetação tropical, a hidrologia e o sistema climático da América do Sul poderia mudar muito rapidamente para outro estado estável, sem necessariamente produzir mudanças graduais entre as situações futura e atual (Rowell e Moore, 2000)", consta do 4º relatório do IPCC.



O estudo do WWF também foi duramente criticado pelo cientista brasileiro José Marengo, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).Para ele, a conclusão é "totalmente errada". "Os novos cálculos são muito mais confiáveis e corretos", disse Marengo.



Mudanças climáticas e desmatamento



Um outro estudo, publicado na revista Science em 2007, afirmou que as florestas tropicais se beneficiam de secas, porque são expostas a mais luz solar durante as épocas sem nuvens da seca.



O novo estudo também contraria esta conclusão, concluindo que ela é "falha" e "irreprodutível". "Esse novo estudo traz alguma clareza à nossa embaçada compreensão de como essas florestas, com suas ricas fontes de biodiversidade, se comportariam no futuro diante da dupla ameaça do desmatamento e da mudança do clima", afirmou outro co-autor de Boston, o professor Ranga Myneni.



No ano passado, outro estudo realizado por cientistas britânicos também sugeriu que a Floresta Amazônica poderia ser menos vulnerável a uma seca grave em consequência do aquecimento global do que se pensava anteriormente.



Porém os cientistas advertem que a rápida degradação da floresta tropical em função das mudanças climáticas provocadas pela ação humana permanece uma "possibilidade distinta" neste século. Nessa pesquisa, os cientistas pela primeira vez compararam simulações de dezenove Modelos Climáticos Globais com observações empíricas.

ENSEADA DO PAJUÇARA TERÁ "ZONA DE EXCLUSÃO"

IMA e Ufal analisam enseada da Pajuçara para criação de uma “zona de exclusão”
Área será interditada para incentivar a reprodução e o repovoamento das espécies marinhas


Equipes do IMA farão análise do material coletado na enseada de Pajuçara





Flávia Batista/IMA

Em cerca de dois meses, a enseada da praia de Pajuçara terá a primeira zona de exclusão de Alagoas. As medidas iniciais para isso foram iniciadas nesta sábado (13), através de uma ação realizada pelo Gerenciamento Costeiro (Gerco) do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e pelo Setor de Biodiversidade e Ecologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal)

Através de equipamentos de GPS, as equipes do IMA e da Ufal localizaram bancos de recifes de coral que passarão por uma análise biológica a fim de identificar os de maior biodiversidade. “Depois de detectarmos qual o banco com maior diversidade biológica, o elegeremos como zona de exclusão. Isso significa que ele terá acesso interditado tanto para a pesca, quanto para qualquer outro tipo de atividade”, explicou Ricardo César, coordenador do Gerco

A idéia, segundo explicou o coordenador, é promover o repovoamento de espécies da fauna e da flora nesta zona de exclusão. “A partir do momento que as espécies marinhas forem se reproduzindo, naturalmente estes indivíduos repovoarão os outros recifes adjacentes. Este é o grande objetivo da criação da zona de exclusão”, resumiu.

O trabalho de identificação da biota na enseada da Pajuçara é o passo decisivo para a criação da primeira zona de exclusão de Alagoas. Mas, tanto Ricardo César, quanto o coordenador do Setor de Biodiversidade e Ecologia da Ufal, professor Gabriel Le Campion, acreditam os sinais observados indicam a necessidade de uma medida maior, que é a proibição permanente de pesca de arrasto em toda enseada. “Recebemos inúmeras denúncias sobre a pesca de arrasto nesta área. Muitas espécies marinhas acabam sendo dizimadas porque são arrancadas neste tipo de pesca predatória. E as consequências são claramente observadas, que é a diminuição da diversidade de espécies”, explicou Le Campion, citando como exemplo os cavalos marinhos, que há anos eram vistos em abundância na região. “Hoje já não vemos mais cavalos marinhos”, lamentou.

Outras zonas de exclusão devem surgir em Alagoas logo após a implantação na praia de Pajuçara.

quinta-feira, 18 de março de 2010

CAEM OS ÍNDICES DE DESNUTRIÇAO INFANTIL NO NORDESTE


Por Júlio Bernardes/agencia usp de noticias

Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP revela que o índice de desnutrição infantil no Nordeste brasileiro caiu de 33,9% em 1986 para 5,9% em 2006. Os principais fatores associados à redução apontados pelo estudo são o aumento do poder aquisitivo familiar e a ampliação da escolaridade média das mães. Segundo a nutricionista Ana Lucia Lovadino de Lima, uma das autoras do trabalho, a queda se acentuou depois de 1996 e poderá atingir índices ainda menores nos próximos anos se forem mantidas as políticas de transferência de renda e o acesso a serviços básicos como saúde, educação e saneamento básico for ampliado. 

Em 20 anos, índice de desnutrição infantil no Nordeste caiu de 33,9% para 5,9%





quarta-feira, 17 de março de 2010

QUIMICA DO BEM


Cientistas da USP investigam propriedades de líquidos iônicos tensoativos – solventes “verdes” que poderão ter inúmeras aplicações industriais. Trabalho é capa da Journal of Colloid and Interface Science





Por Fábio de Castro
Agência FAPESP



Compreender as propriedades dos líquidos iônicos – alternativa reciclável aos solventes convencionais utilizados em processos industriais – tem sido uma preocupação crescente para cientistas em todo o mundo, já que esses produtos têm inúmeras aplicações coerentes com os preceitos da "química verde", um conjunto de diretrizes que visa à redução do impacto ambiental dos processos químicos.

ASSISTA O VIDEO - LEIA O TEXTO NO WP

HORA DO PLANETA

CRIANÇAS CONTAMINADAS POR CHUMBO NA CHINA

 imagem agência lusa/ matéria da folha online

Pelo menos 250 crianças chinesas que vivem perto de uma  de fundição na província de Hunan, no centro do país, apresentaram alto nível de contaminação por chumbo no sangue, informou o jornal "Xin Beijing".

As autoridades sanitárias examinaram 397 crianças menores de 14 anos no último dia 24 de fevereiro, e descobriram que pelo menos 250 estavam contaminadas.

segunda-feira, 15 de março de 2010

ENTIDADES PROTESTAM CONTRA BELO MONTE

Numa carta ao Presidente Lula, 140 entidades internacionais repudiam o projeto da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, Pará e pedem que o governo pare o processo de Belo Monte.

domingo, 14 de março de 2010

NOVE ESPÉCIES AMEAÇAM MARES DO BRASIL

Estudo detecta 58 espécies vindas de outros oceanos; algumas delas representam risco à biodiversidade, à economia ou à saúde humana

DANIELLE BRANT
PrimaPagina

A costa brasileira abriga pelo menos nove espécies vindas de outros oceanos e que ameaçam a biodiversidade nos mares em 12 Estados do país, aponta o primeiro levantamento desse tipo já feito no Brasil. Ao menos uma representa risco para a saúde humana, e algumas delas, incluindo três muito usadas em aquários domésticos, podem prejudicar também a economia local (afetando a pesca, por exemplo).

sábado, 13 de março de 2010

DIMINUIÇÃO DE ENXAMES DE ABELHAS É PREOCUPANTE

Diminuição dos enxames de abelhas observada na Europa e na América do Norte preocupa cientistas


Sem a presença desses insetos no mundo, o futuro da humanidade estaria seriamente ameaçado

Marinella Castro/correiobrasiliense


O que aconteceria com o mundo se as abelhas e as formigas desaparecessem da Terra? A pergunta começou a preocupar cientistas quando apicultores da América do Norte e da Europa notaram uma queda acentuada dos enxames. O receio tem justificativa. Esses insetos garantem a diversidade e o equilíbrio do ecossistema. São tão importantes que, se fossem extintos, a humanidade certamente seguiria o mesmo caminho em um prazo bastante curto, algo em torno de cinco anos. 

sexta-feira, 12 de março de 2010

TERREMOTO MOVE CIDADES DA ARGENTINA E CHILE

Cientistas avaliam que violento terremoto no Chile deslocou diversas cidades no continente, como Buenos Aires, Valparaíso e Mendoza. Concepción teria se movido 3 metros para o oeste.

DOS DOIS LADO DA FRONTEIRA

Pesquisa do Nepo revela nuances da migração
de bolivianas para a cidade de Corumbá

Isabel Gardenal-Jornal Unicamp

A busca de novos horizontes tem movido milhões de pessoas a migrarem, fenômeno que vem ganhando maior importância nos últimos 20 anos, sobretudo nas regiões de fronteira entre países, onde se articulam várias movimentos populacionais ainda pouco conhecidos.

 A razão é quase sempre de ordem econômica. Os homens predominam nesta decisão, mas hoje muitas mulheres têm protagonizado este papel. É o caso das bolivianas na fronteira de Corumbá (Mato Grosso do Sul). O fenômeno foi tema de estudo de uma tese de doutorado defendida recentemente no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) pela socióloga Roberta Guimarães Peres, com bolsa CNPq.

quinta-feira, 11 de março de 2010

PRESENÇA DE FÓSFORO NA ÁGUA PREOCUPA

Áreas urbanas contribuem para presença de fósforo nas águas

Ana carolina Athanásio-agênciausp

Altas concentrações do nutriente fósforo em bacias hidrográficas, como a do Tietê, em São Paulo, podem ter forte relação com o nível de ocupação urbana. Esgotos domésticos, efluentes liberados por indústrias e uso de fertilizantes em regiões rurais são fatores que ajudam a aumentar os níveis do nutriente no meio aquático e podem, consequentemente, acelerar o processo de eutrofização das águas. 

quarta-feira, 10 de março de 2010

ESTUDO REVELA ALTO ÍNDICE DE EXPOSIÇÃO AO CHUMBO EM BAIRRO DO RIO

CRIANÇAS OS PRINCIPAIS CONTAMINADOS


Renata Moehlecke/agênciafiocruz

Como agravante, em geral, as crianças têm o hábito de levar objetos e as mãos à boca, aumentando a ingestão de particulados e poeiras contendo chumbo










Pesquisadores do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh) da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) avaliaram potenciais fatores de risco de exposição ao chumbo em crianças e adolescentes moradores de uma comunidade economicamente desfavorecida no Rio de Janeiro.

ANTIGO MÉTODO DE PURIFICAÇÃO DE ÁGUA PODE SALVAR VIDAS


método indiano de utilizar sementes de árvores para purificar a água deve ser usada de forma mais ampla para combater doenças






Sementes da árvore indiana que purifica a água poderia reduzir drasticamente a doença nas regiões menos industrializadas do mundo, dizem os pesquisadores.

terça-feira, 9 de março de 2010

FEIRA APRESENTA TECNOLOGIAS CRIATIVAS E BARATAS

Feira de tecnologias ecológicas apresenta
dispositivos criativos, úteis e baratos
Greener Gadgets Conference é focada no design sustentável e em soluções econômicas



Do R7
Foto por Divulgação



Esta tenda, que foi usada no último festival de rock de Glastonbury, na Inglaterra, carrega dispositivos eletrônicos usando apenas a luz do Sol.









A Greener Gadgets Conference, evento dedicado à divulgação de dispositivos ecológicos que acontece em Nova York, revelou vários aparelhos úteis, baratos e criativos, voltados para o consumo consciente.

Ao contrário do primo rico, a CES (Consumer Electronics Show), feira de alta tecnologia realizada um mês antes em Las Vegas que reuniu 2.700 expositores, a de produtos ecológicos contou com apenas algumas dezenas de empresas.

Embora seja pequena, a feira focada em design sustentável apresentou aparelhos e soluções que economizam energia, duram bastante e não agridem o meio ambiente.

Novidades inteligentes, como uma tenda que carrega qualquer dispositivo eletrônico usando apenas a luz do Sol. Ou como a Niteo, que é lâmpada e carregador ao mesmo tempo. Ou ainda como a Turbine Light, um sistema que recolhe energia da turbulência de ar gerada pelo movimento dos carros.

segunda-feira, 8 de março de 2010

OS CUSTOS DA CONSTRUÇÃO DE BARRAGENS PARA A FAUNA AQUÁTICA


A reposição de 150 mil peixes compensa a perda de pescado na bacia do rio Madeira causada pela construção da hidrelétrica de Santo Antônio? Segundo o MPF, os 150 mil peixes correspondem a três vezes a perda de 11 toneladas de peixe que aconteceu durante a construção da ensecadeira.

Então, para o MPF, pra o Ibama, para o ministério público estadual de Rondônia e para o Consórcio responsável pela construção da hidrelétrica de Santo Antônio o termo de ajustamento de conduta proposto pelo ministério público federal e assinado pelo consórcio de Santo Antônio se torna suficiente para reparar os danos ao meio ambiente infligidos durante a construção da hidrelétrica.

DESMATAMENTO DA CAATINGA JÁ DESTRUIU METADE DA VEGETAÇÃO ORIGINAL


Carine Corrêa-MMA

A Caatinga, único bioma exclusivamente brasileiro, possui atualmente metade de sua cobertura vegetal original. Em 2008, a vegetação remanescente da área era de 53,62%. Dados do monitoramento do desmatamento no bioma realizado entre 2002 e 2008 revelam que, neste período, o território devastado foi de 16.576 km2, o equivalente a 2% de toda a Caatinga. A taxa anual média de desmatamento na mesma época ficou em torno de 0,33% (2.763 km²).

domingo, 7 de março de 2010

ARARANGUÁ - LIXÃO AQUI NÃO


Ana Echevenguá

Na terça-feira, sobrevoamos a bela Araranguá do meu amigo Tadeu, da minha amiga Ivone, da barra, do Morro dos Conventos... Linda sob o sol da manhã! Fotografei o rio Araranguá pensando nos amigos. Geralmente, os rios do sul de Santa Catarina apresentam uma cor vermelho-amarelada. Isso é corriqueiro na região carbonífera, devido à poluição provocada pelo carvão. Mesmo assim – naquele dia -, o rio estava verde, com as margens verdejantes...

sábado, 6 de março de 2010

A FLOR MAIS GRANDE DO MUNDO


A Maior Flor do Mundo, de Juan Pablo Etcheverry e com música de Emílio Aragon, baseada no conto de José Saramago, recebeu o prémio de Melhor Curta-Metragem de animação e ficção do Festival de Cine Ecológico de Canárias.

Com texto de rara beleza, recheado de símbolos e de enigmas onde há mensagens, uma para as crianças (a descoberta, a valentia, o altruísmo) e outra para todos os homens e mulheres que se interrogam sobre o seu lugar no mundo.

sexta-feira, 5 de março de 2010

UFRJ E HOLCIM APRESENTAM MODELO DE CASA POPULAR SUSTENTÁVEL


VANESSA SOL - OLHAR VIRTUAL-UFRJ

Através de uma parceria firmada entre a indústria cimenteira Holcim, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU/RJ) e a Prefeitura Universitária (PU/UFRJ) foi lançado, nesta quarta (3/3), o “Minha Casa Holcim”, projeto de habitação popular desenvolvido sob as diretrizes de construção sustentável.

ECOBICI - A NOVIDADE MEXICANA EM TRANSPORTE PÚBLICO - VÍDEO



VEJA TEXTO NO WP:  www.colunadosardinha.wordpress.com

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PRIMEIRO PASSO PARA EVOLUÇÃO

Ricardo Natalichio de ECOPORTAL

Há algumas perguntas, que comumente chamamos de “existenciais”, cujas respostas poderiam oferecer-nos muita informação a respeito de como e porquê chegamos como espécie, a este ponto, que parece não ter retorno e se seremos capazes de sair.

Referimo-nos a perguntas tipo, “o homem nasce mau?”, (não é necessário para esta análise, definir o que seja bom ou mau), “nascemos com características de solidários ou de individualistas?”, “somos intrinsecamente ambiciosos ou tendemos ao altruísmo?” e assim poderíamos seguir com algumas outras.